3º SARGENTO É MORTO EM OPERAÇÃO POLICIAL EM JM : AUTORES PRESOS
28/09/2019 13:14 em Novidades

     Em operação policial na noite de sexta-feira dia 27, no Bairro São João, em João Monlevade, o 3º sargento Célio Ferreira de Souza, de 46 anos, foi atingido por três disparos feitos por marginais e morreu poucos minutos depois no Hospital Margarida. Segundo informa a PM, o sargento comandava uma viatura do Tático Móvel, que foi chamada para uma incursão no Bairro São João, local conhecido por ser área de alta criminalidade. Na atuação os militares apreenderam 16 buchas de maconha, todas embaladas e prontas para venda.

          Enquanto era feito esse trabalho, o militar teria sido surpreendido pelos criminosos que chegaram atirando. O sargento foi atingido por três disparos. De imediato foi socorrido pelos militares da própria equipe e conduzido ao Hospital Margarida mas não resistiu e morreu logo depois de dar entrada.

              O sargento vítima dos criminosos era casado e deixou filhos. Bastante integrado na comunidade militar, ele foi o coordenador do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) de João Monlevade por cinco anos.

 

PM EMITE NOTA

 

     Em nota oficial divulgada a 17ª Companhia da PM, João Monlevade, onde servia o policial, confirmou a morte do mesmo, no cumprimento de seu dever, na manhã deste sábado.

          Segundo a nota, os policiais, acionados por uma denúncia de tráfico de drogas e ameaça a um cidadão morador no Bairro São João por motivo de dívidas de drogas, foram para o local. Dois indivíduos armados se aproximaram e não obedeceram a ordem policial, efetuando disparos contra a equipe policial, tendo sido atingido o 3º sargento Célio Ferreira de Souza.

          Ainda conforme informou a polícia foram feitas buscas, com apoio de militares da 17ª Cia e unidades vizinhas, sendo presos os dois autores, um de 18 e outro de 20 anos, que foram encontrados escondidos em uma casa no Bairro José Elói. São eles Cléber Roberto Reis Martins, 18, e Igor Oliveira Cruz, 20. Eles possuem ficha criminal por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, lesão corporal, entre outros crimes. Em depoimentos, os dois negaram a autoria do assassinato, mas deram versões contraditórias. Foram presos e encaminhados para a Polícia civil. 

 

     Ainda na nota emitida a 17ª Cia da PM afirma que: “ É com muita tristeza e imenso pesar que o Comando da 17° Cia PM Ind comunica o falecimento do n° 116.612-3, 3° Sgt PM Célio Ferreira de Souza. O corpo será velado no Velório Municipal de João Monlevade até às 17:00 horas de hoje e, posteriormente, será levado para sepultamento na cidade de Paramirim/BA. Prestamos nossas condolências e solidariedade aos familiares e amigos deste incansável combatente. A PMMG perde um grande profissional, e nós, perdemos um irmão.”

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!